Um estudo recente divulgado pela a16z sobre as fintechs mostra que 20% das contas criadas na América Latina são falsas, um índice 2 vezes maior do que o nível global. O levantamento também aponta que a fraude com cartão de crédito on-line é um dos grandes problemas da região, com México liderando os golpes e sendo seguido de perto pelo Brasil.

Contas digitais estão cada vez mais em alta no continente, especialmente nos últimos anos. A transformação digital e a entrada de novas fintechs no setor exigiam uma grande modernização no setor, antes mesmo da pandemia de covid-19 – que acabou sendo, também, mais um acelerador. Afinal, muitas pessoas gostam da comodidade de não precisarem se deslocar até uma agência bancária para resolver um problema ou até mesmo abrirem uma conta.

 

 

 

 

 

Mas, como em quase tudo que tem crescido no mundo on-line recentemente, fraudadores se aproveitam dessas situações para desenvolverem técnicas que possam trazer ganhos financeiros. E é justamente aqui que entram as contas fraudulentas.

Como você deve saber, vazamentos de dados são cada vez mais recorrentes – e com uma quantidade de informações cada vez mais impressionantes. E, com dados em mãos como número de CPF, RG, CNH, além de e-mails, endereços e até mesmo fotos de algumas vítimas, os fraudadores têm o caminho facilitado para a criação dessas contas falsas.

Leia mais: Novo vazamento de dados expõe números de celulares, mas não o fingerprint: entenda

E a partir daí, com essas contas abertas você já sabe: golpistas tentarão empréstimos pessoais em aplicativos de fintechs e bancos digitais, solicitarão cartões de créditos, transferirão quantias financeiras obtidas ilegalmente… gerando uma série de problemas e abalando a imagem da empresa.

Mas como evitar a abertura de contas falsas?

 

 

 

 

 

É aqui que entra uma coisinha que usamos todos os dias, o tempo todo (menos quando estamos dormindo): os dispositivos móveis. Mais de 70% dos brasileiros possuem um aparelho celular atualmente, o que faz deles um importante auxiliar na defesa contra a criação de contas falsas.

Vamos imaginar que um fraudador conseguiu por meio dos vazamentos todos os dados necessários para abrir uma conta. Ele abre o aplicativo de um banco digital e coloca os números do CPF, RG, uma foto, enfim, informações que, em teoria, deixariam quase impossível que ele fosse barrado.

Mas os dispositivos que utilizamos dizem muito sobre nós, e uma análise desses aparelhos pode até identificar possíveis fraudes antes mesmo que elas aconteçam. Essa análise não vai se limitar a observar os dados fixos, mas todo o cenário daquela navegação, incluindo a geolocalização daquele aparelho no instante de abertura de conta, além de informações daquele device – afinal, dispositivos carregam informações importantes como o sistema operacional, a operadora, as redes de wi-fi que acessamos, a geolocalização, entre outros. Ou seja, mesmo que um golpista tenha todos os dados e o mesmo modelo de celular da vítima, ele não conseguiria imitar o comportamento dela e reproduzir perfeitamente o mesmo fingerprint.

Podemos te ajudar!

Não sabe como fazer uma boa análise de dispositivo? É aqui que entra uma plataforma como o AllowMe. Somos capazes de proteger a jornada do cliente nas mais variadas plataformas como meios de pagamento, bancos digitais, plataformas de investimento e diversos serviços on-line.

 

 

 

 

Com foco no dispositivo, monitoramos todo o comportamento do cliente do momento do cadastro (onboarding) até as transações financeiras – incluindo login, trocas de senha, trocas de device e outros casos de uso.

Quer saber como podemos te ajudar? Entre em contato com nossos especialistas, é só preencher este formulário!

Artigo escrito por Felipe Oliveira
Felipe Oliveira é jornalista apaixonado por futebol, mas decidiu levar os esportes apenas como lazer depois trabalhar direto da redação em uma edição de Jogos Olímpicos e uma Copa do Mundo. Formado também em Direito, desde 2019 aceitou o desafio de escrever sobre tecnologia e, em 2021, atuar com marketing no mercado de prevenção à fraude e pagamentos digitais. No tempo livre gosta de assistir a jogos de futebol e matar a saudade da infância com canais de Youtube sobre games antigos.

Relacionados Related