O engenheiro do AllowMe Daniel Fernandes de Faria conseguiu duas famosas certificações que atestam que o profissional sabe manter e criar um cluster kubernetes com segurança. Atualmente, o sistema kubernetes é essencial para se ter uma infraestrutura resiliente e imune a falhas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Daniel conseguiu as certificações CKA (Certified Kubernetes Administrator) e CKAD (Certified Kubernetes Application Developer) em um intervalo de apenas 3 dias e, para isso, estudou de 2 a 4 horas por dia durante 15 dias consecutivos.

“Foi pesado, mas valeu a pena. Minha motivação para tirar essas certificações foi pessoal, gostaria realmente de colocar à prova os conhecimentos que eu adquiri nos últimos anos usando kubernetes, e gostaria de ir um pouco mais além, tirando ambas as certificações em um curto intervalo de tempo”, afirmou.

Com as duas certificações em mãos, Daniel agora quer ajudar mais pessoas a conseguirem sucesso ao buscar o mesmo resultado.

Confira algumas dicas do engenheiro do AllowMe:

Resolvi ignorar tudo que eu já sabia e começar os estudos como se eu nunca tivesse tido contato com kubernetes, porém indo direto ao ponto. Eu gostaria de criar um ambiente sem ajuda de configuradores do tipo (EKS, Kops, KubeSpray, etc..), gostaria de criar passo a passo todos os componentes do cluster para compreender tudo que envolve um ambiente kubernetes.

O que me ajudou muito foi um bootstrap (um framework web com código-fonte aberto para desenvolvimento de componentes de interface) chamado “Kubernetes the Hard Way”, ele é feito para GC (Google Cloud), o que aumenta um pouco mais o desafio porque você vai precisar converter tudo para seu cloud provider caso você não use o Google.

Fiz ele e desfiz algumas vezes, sem usar nada no cluster, somente subi alguns PODs para me certificar que estava tudo funcionando, mas o importante foi ver na prática como todos os componentes eram configurados e o que eu precisava fazer em um nível de detalhes mais profundo.

Bom, depois foi a hora de efetivamente pegar os tópicos que me aguardavam na prova e dissecar cada um deles. Para isso tomei base no curriculum.

Em cada tópico do CV procurei estudar me baseando diretamente na documentação do kubernetes, achei melhor assim pois eu conseguia criar exemplos e usar a criatividade para fazer umas maluquices, o que me ajudou muito na hora da prova.

Eu tive muito trabalho para criar ambientes fáceis de configurar e destruir de maneira que fosse rápido restaurar para estado zero caso eu cometesse algum erro. Isso vai acontecer na hora dos estudos no Kubeadm e Etcd, para me ajudar eu criei um projeto com vagrant que pode auxiliar nesse processo.

O projeto me ajudou a criar clusters com kubeadm, e criar um ambiente pronto para um upgrade e também para fazer backup e restore do etcd de maneira que caso ocorra um erro basta você recriar tudo e começar novamente.

Leia Mais: Cientista de dados do AllowMe tem trabalho publicado pelo IEEE, maior organização técnica do mundo para avanço em tecnologia

Passado por cada tópico eu ainda estava inseguro quanto ao ambiente prático da prova: Como seria? O que eu teria? Qual o teor das perguntas?

Para me ajudar eu usei o Killer Shell, ele te dá duas provas práticas para você treinar a ambientação para o dia da prova além das perguntas serem muuuuuito mais difíceis. Eu super sugiro passar por ele antes das provas, ainda mais se você estiver com pressa e quiser matar as provas rapidamente.

Eu acabei pegando o Killer para ambas as provas, mas praticamente não utilizei ele para a CKAD, pois eu acreditava que já estava preparado para ela também.

O trajeto foi interessante, eu estudei 15 dias consecutivos com cerca de 2 a 4 horas diárias, fiz o Killer Shell dias antes da primeira prova e me senti confiante, marquei ambas e deu tudo certo.

Espero ajudar! Dedique-se e o princípio é ignorar o que você já acha que sabe, porque é o fator que mais nos atrapalha, nunca sabemos o bastante por mais simples que seja o tema, portanto passe por todos os tópicos com bastante carinho que com certeza a prova será tranquila.

Para fazer a inscrição em busca da certificação basta acessar este link para a CKA e este para CKAD.

Confira o projeto de Daniel clicando aqui.

Colocando em prática

Com as novas certificações, Daniel poderá auxiliar no aumento da segurança do AllowMe e da resiliência das nossas aplicações. Utilizando o kubernetes será possível, por exemplo, que as alterações nos produtos sejam realizadas sem impacto aos nossos clientes, aumentando a rapidez para o desenvolvimento das aplicações e recursos.