2020 marcou, aqui dentro do AllowMe, uma grande expansão – de equipe, de clientes e, sobretudo, de operação. Finalizado o ano, olhamos para as métricas de nossos sistemas e pudemos notar um expressivo crescimento dos nossos números.

Se nascemos dentro da Tempest, a maior empresa de segurança cibernética do Brasil, sabemos de cor o que queremos ser. O AllowMe quer ser uma plataforma de prevenção a fraudes e de proteção de identidades digitais referência no mercado (do Brasil e, por que não?, do mundo). E 2020 mostrou que estamos no caminho certo.

Alerta de spoiler: este post tem grandes números! Vamos lá?

O segredo do AllowMe: Pessoas

Antes de números de operação é preciso dizer quem está por trás de todos esses valores e métricas. Nosso time mais que dobrou ao longo de 2020.

Começamos o ano com um time formado por duas dezenas de integrantes, divididas em nossos escritórios no Recife e em São Paulo. Terminamos dezembro com mais de 50 pessoas, todas trabalhando de casa e espalhadas por várias cidades do Brasil. E não se assuste se este número crescer ainda mais este ano!

foto da equipe do allowme em conferência virtual
Parte do nosso time em um encontro incrível on-line em dezembro

Quase 3 análises por segundo!

Entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2020, nossos sistemas analisaram mais de 92 milhões de ações de usuários. Estas ações, aliás, representam as mais variadas atividades on-line: desde a abertura de uma conta até o envio de informações de pagamento, incluindo resets de senha, desafios de múltiplos fatores de autenticação (MFA) e alterações cadastrais.

Ou seja: o AllowMe esteve presente em várias partes de ponta a ponta da jornada digital de usuários, protegendo as plataformas dos nossos mais variados tipos de clientes: bancos, meios de pagamento, fintechs, carteiras e serviços digitais em geral.

Fazendo uma conta rápida, vemos que um ano tem, no total, 31.536.000 segundos. Ou seja, durante 2020, fizemos 2,91 análises por segundo.

Aberturas de contas

Das quase 92 milhões de ações de usuários monitoradas e analisadas pelo AllowMe, cerca de 9,6 milhões corresponderam a solicitações de aberturas de contas e validações de endereços, sem a necessidade de envio de comprovantes. E ajudamos nossos clientes a realizar um onboarding mais prático e seguro para seus clientes, validando 83% das contas abertas em até 1 hora.

Essas validações de endereço não servem “apenas” como uma checagem de documentos, mas também uma valiosa ferramenta de “know your customer” para as mais variadas empresas, para fins de localização e também comunicação com seus clientes.

Uptime

Um fator que contribuiu (e muito!) para atingirmos esta marca foi a combinação de alta disponibilidade (uptime) de sistema e um baixo tempo de latência. Para se ter uma ideia, nossas três funcionalidades (análise contextual de dispositivo, MFA e validação de endereço) tiveram, juntas, um uptime superior a 99,91%!

Neste tópico, o destaque fica por conta da nossa operação na Black Friday: 100% de uptime nas três funcionalidades do AllowMe e um tempo de resposta impressionantes de nossas APIs: tanto monitoramento contextual como MFA apresentaram uma latência inferior a 385 milissegundos!

Uma vasta base de dados de dispositivos

O efeito rede, um dos grandes diferenciais nossos, é possível graças a toda a expertise das equipes de Threat Intelligence da Tempest, mas também pela nossa base de dados do AllowMe. Só em aparelhos conhecidos, nossa base acumulada chegou a 31 milhões de dispositivos!

Além disso, temos em nossa base 99,96% dos 5.570 distritos e municípios brasileiros – uma cobertura e tanto!

E para 2021?

O céu é o limite, ainda mais em um momento tão importante para o ecossistema digital brasileiro, com o PIX caindo cada vez mais no gosto do usuário e com o Open Banking cada vez mais próximo no horizonte.

Efeito rede é fundamental na prevenção à fraude

Portanto, para 2021, estamos preparando ainda mais novidades para compartilhar aqui no AllowMe. Teremos lançamentos de novas funcionalidades e novos desenvolvimentos, conteúdos de altíssima relevância, materiais especiais (espere por e-books, relatórios, infográficos, cases com clientes), mais webinares com profissionais referência do mercado… Fique de olho!

Números do AllowMe em 2020 (em imagens)

sequência de imagens mostra os números do allowme em 2020


Artigo escrito por Felipe Held

Felipe Held é jornalista vidrado por esportes que já viveu o sonho de trabalhar em redações esportivas e entrevistar seus maiores ídolos, mas preferiu fazer esportes em vez de cobri-los. Desde 2015 divide o tempo livre em atuar com marketing no mercado de prevenção à fraude e pagamentos digitais, correr corridas de rua e maratonas, assistir a seriados e estudar a origens de piadas de Chaves, ouvir boas músicas e podcasts e cuidar de plantas. Também criou e apresentou as edições de 2019 e 2020 do Fraud Day e já palestrou em outros eventos do setor.